Ensino

Mestrado em Engenharia Biomédica

Mestrado em Engenharia Biomédica

– Dar continuidade ao 1º ciclo de Licenciatura em Engenharia Biomédica;
– Formar profissionais qualificados de engenharia na área de saúde;
– Formar profissionais capazes de acompanhar e intervir a nível da inovação científica e tecnológica na área da saúde, incluindo em contexto de investigação;
– Formar profissionais capazes de exercer funções na área da qualidade, infeção, manutenção, biomateriais, risco e informática em ambiente hospitalar;
– Formar profissionais capazes de exercer funções na área dos equipamentos, biomateriais, informática e infeção em empresas ligadas à saúde.
– Formar profissionais capazes de participar em projetos de investigação e desenvolvimento de novos produtos e tecnologias para a área da biomédica.

No final, os alunos deverão:
1. Possuir uma formação científica sólida e integrada em disciplinas de Eng. Biomédica específicas da área de especialização frequentada;
2. Ser capazes de intervir a nível da inovação nos domínios da Eng. Biomédica, resolvendo problemas em situações novas, em contextos alargados e multidisciplinares;
3. Possuir competências em ciências básicas, técnicas e métodos em pesquisa biomédica, gestão de investigação, aspetos legais e éticos da investigação, saúde pública, linguagem e outros materiais complementares, que lhes permitam a aprendizagem autónoma, garantindo a sua atualização ao longo da vida ativa;
4. Ser capazes de trabalhar autonomamente e/ou em equipa, assumindo responsabilidades no planeamento e gestão de projetos e estruturas na área da Eng. Biomédica;
5. Ser capazes de formar e coordenar equipas interdisciplinares em instituições na área da saúde.

Os Mestres em Engenheira Biomédica têm como saídas profissionais as seguintes áreas de atividade:
– Empresas de equipamento e instrumentação médica.
– Empresas de material farmacêutico.
– Unidades de saúde, nas áreas de física hospitalar, instalações, operação e manutenção de equipamento.
– Unidades de saúde, em áreas de gestão da qualidade, do risco e da infeção.
– Laboratórios de investigação e desenvolvimento de grandes empresas.
– Indústria farmacêutica e de análises.
– Laboratórios de faculdades de medicina, universidades e organismos estatais.
– Empresas ligadas à eletrónica médica e biossensores.
– Empresas ligadas à informática médica.
– Empresas ligadas ao projeto de dispositivos médicos e de reabilitação.
– Empresas de biomateriais.
– Empresas e consultoras ligadas à área da saúde.

Este curso confere a capacidade técnico-científica para acesso a cursos do terceiro ciclo (Doutoramento) na área biomédica, ou áreas relacionadas.

O acesso a este ciclo de estudos processa-se mediante apresentação de candidatura em:
https://alunos.uminho.pt/PT/candidatos/Mestrados/Paginas/default.aspx 

Esta informação não dispensa a consulta do Regulamento Académico da Universidade do Minho e outros documentos oficiais.

São admitidos à candidatura:
-Titulares de um grau académico nacional ou estrangeiro, conferido na sequência de um 1º ciclo de estudos em Eng. Biomédica, Eng. Biológica, Eng. Informática, Ciências de Computação, Tecnologias e Sistemas de Informação, Biologia Aplicada, Biologia e Geologia, Bioquímica, Eng. Eletrónica, Eng. Mecânica ou áreas afins, organizado de acordo com o processo de Bolonha por um Estado aderente;
-Titulares de um grau académico estrangeiro que seja reconhecido como satisfazendo os objetivos do grau de licenciado em Eng. Biomédica, Eng. Biológica, Eng. Informática, Ciências de Computação, Tecnologias e Sistemas de Informação, Biologia Aplicada, Biologia e Geologia, Bioquímica, Eng. Eletrónica, Eng. Mecânica ou áreas afins, pelo Conselho Científico da Escola de Engenharia;
-Detentores de um currículo escolar, científico ou profissional que seja reconhecido como atestando capacidade para a realização deste curso pelo Conselho Científico da Escola de Engenharia.